O AMIGO DOS AMIGOS – Lc. 5:17-26

O AMIGO DOS AMIGOS

(Lc. 5:17 a26)

 

Introdução: A famosa “Canção da América” marcou história por retratar a seriedade e profundidade de uma relação de amizade, nela se diz: “Amigo é coisa pra se guardar, debaixo de sete chaves, dentro do coração…”, sem dúvida alguma o texto abordado hoje expressa em termos práticos esta amizade sendo vivenciada por estes quatro companheiros do paralítico, que por sinal em vias de regra mostra que o amigo de verdade ama em todo o tempo. Talvez a nossa maior necessidade depois de Jesus é termos amizades que sejam profundas, pois existe uma crise instalada dentro do contexto dos relacionamentos que mostram tamanha superficialidade das amizades. Podemos dizer que feliz é aquele que tem os dedos de uma mão cheia para contar tal proeza nas amizades, e por que não afirmamos que este paralítico tinha este privilégio na sua vida, sendo agora completados por aquilo que era mais importante, o perdão e a cura de Jesus; sendo assim podemos afirmar categoricamente que:

 

JESUS É O AMIGO QUE MUDA A HISTÓRIA DO AMIGO DOS AMIGOS

AÇÕES DE JESUS QUE MOSTRAM QUE ELE É O AMIGO QUE MUDA

 A HISTÓRIA DO AMIGO DOS AMIGOS

 

I-                   ACONTECE QUANDO ELE USA OUTROS PARA SE PREOCUPAREM CONOSCO (V18 A20)

Preocupação que expressa um nível profundo de amizade (V 18; Pv. 27:17)

Preocupação que não se curva diante das dificuldades para abençoar (V19)

Preocupação decorrente de uma fé naquele que pode mudar a história de uma vida (V20 a)

Jesus quer que tenhamos uma relação de amizade profunda e de alto nível com outros (Pv. 17:17)

 

II-                ACONTECE QUANDO ELE DÁ SOLUÇÃO AO NOSSO MAIOR PROBLEMA (V 20b)

Solução que começa com o disse de Jesus, sua palavra é o principal elemento no trato com vidas (V 20 b; Lc. 7: 14 e 15; Mt. 8;3)

Solução no receber o perdão dos pecados, o que irá produzir a cura mais importante no âmbito da vida (V 20 b)

Solução que vem atravez do limpar o histórico de uma vida como fator primário no processo da cura (V 20 b; Tg. 5;16)

Jesus oferece seu perdão gratuitamente a todos como ponto de partida do tratamento de nossas debilidades (Cl. 2:13 e 14)

 

III-             ACONTECE QUANDO ELE RESTAURA-NOS DAS NOSSAS DEFICIÊNCIAS (V 24 E 25)

Ele restaura porque tem toda autoridade nos céus e na terra (V 24; Mt. 28:18)

Ele restaura atravez de uma simples ordem de comando (V 24 b)

Ele restaura para integrar saudavelmente ao convívio com a família (V 25)

Jesus quer que apresentemos nossas debilidades e a dos outros para que Ele possa curar (Lc. 4:18)

 

CONCLUSÃO: Que tipo de relação você tem semeado na vida do outro para que seja produzida uma amizade que seja profunda e verdadeira, principalmente nas horas difíceis? Jesus o amigo dos amigos quer trazer solução ao seu problema tanto de ordem espiritual como existencial, como você vai responder a esta amizade? Ele quer, como o amigo que é, restaurá-lo completamente, portanto é preciso que você O deixe entrar em sua vida para comandar todo o contexto de sua existência

 

 

Pr. Carlos Norberto da Silva

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam