EM QUEDA LIVRE (II Sm. 11:1-15)

EM QUEDA LIVRE (II Sm. 11:1-5)

INTRODUÇÃO: Caminhar com Deus é coisa séria que necessita comprometimento total, pois qualquer vacilo que venhamos a cometer pode ser fatal, mesmo sendo um herói da fé e vivermos um momento da vida como homem segundo o coração de Deus. Com Davi aprendemos aqui sobre os perigos de corrermos certos riscos que podem manchar a nossa jornada com Deus com o próximo e conosco mesmo, sendo assim precisamos encarar certas demandas da vida com posicionamento centrado na vontade de Deus. A lição principal que tiramos desta narrativa trágica na vida de Davi é que:

DEIXAR DE FAZER A COISA CERTA PRODUZ QUEDA LIVRE

ERROS QUE DAVI COMETEU POR NÃO FAZER A COISA CERTA QUE O LEVOU À QUEDA

I- TROCA DE POSIÇÃO (V 1)

  • Estar no lugar errado pode causar-nos sérios problemas à vida (Jn. 1:5 b)
  • A complacência consigo mesmo não pode ir além do que o bom senso permite (Sl. 19:13; Pv. 16:18)
  • A experiência de Davi nos ensina sobre o cuidado de não abrirmos mão da posição que Deus nos colocou (Rm. 8:33)

II- VIDA OCIOSA (V 2 a)

  • Estar cansado de não estar cansado é um forte indício que nos leva a corrermos riscos em relação à nossa espiritualidade (Ef. 5:15-16)
  • Passeios perigosos podem produzir situações que nos leve ao começo de uma tragédia (o perigo de sinalizarmos para algo que nos prejudique)  (Ec. 10:18)
  • Com Davi aprendemos que a ociosidade é uma condição que nos leva a corrermos riscos desnecessários (Pv. 15:19)

III- OLHAR INDEVIDO (V 2 b)

  • O poder da apreciação às vezes podem fazer com que os movimentos humanos sofram alterações radicais em direção ao buraco (Mt. 6:23; Jó 31:1)
  • A provocação sempre nos acenará do outro lado procurando flertar com nossa atenção ( I Jo. 2:16)
  • Os olhos são a candeia do corpo e o uso responsável dele nos possibilitará a não corrermos riscos desnecessários (Lc. 11:33-35)

IV- EXPECTATIVAS PERIGOSAS (V 3-4)

  • Olhar de novo, gastar alguns segundos… eis ai um homem dominado por uma expectativa          (o poder da imaginação) (Tg. 1:12-15)
  • Um sinal claro ao corrermos certos riscos é o fato de Deus não parecer real para nós e o rejeitarmos certas advertências (Gn. 3:2-3)
  • Com Davi aprendemos aqui também que se abrirmos certas portas em nossas vidas elas se tornarão uma barreira intransponível e impossível de serem fechada mais tarde (Gl. 6:7)

CONCLUSÃO: 1- Você tem estado no lugar certo e posicionado com Cristo?

2- Como você define o seu envolvimento com as coisas de Deus e aos seus

compromissos em geral?

3- Que fascínio certas imagens produzem em você quando sua visão está exposta a elas?

4- Você tem se visto criando certas expectativas em seu coração que pode matar tua

espiritualidade?

Pr. Carlos Norberto da Silva

 

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam