Asas como águias

isaías 40:30-31

Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão;

Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.

MITOS OU VERDADES

A águia chega a viver por cerca de 70 anos. Mas isso se dá porque ela tem uma importantíssima decisão a fazer no meio de sua vida: “morrer para viver”. Com cerca de 35 a 40 anos, ela está com as unhas muito compridas, flexíveis, que atrapalham muito na hora da caça, não conseguindo colocar suas “presas” nos outros animais que fazem parte de sua alimentação. Seu bico também já está longo e, apesar de ser pontiagudo, está em curva. Suas penas já estão grossas e pesadas, atrapalham muito na hora do vôo. Nesse momento de sua vida é que ela deve escolher seu caminho: ou morre ou passa por um processo muito dolorido, sofredor e solitário para continuar vivendo.

Nesse processo, que dura cerca de 6 meses, ela voa até as mais altas montanhas e lá se “retira”. Após encontrar tal lugar, monta um ninho e então começa o “sacrifício”. Primeiramente, ela bate fortemente o seu próprio bico contra a rocha, até se quebrar e se desfazer. Após a retirada do antigo bico, nasce um novo, agora mais forte e resistente. Depois disso, com o novo bico, arranca suas próprias unhas, para que nasçam outras novas, resistentes e afiadas para a caça. Após nascer novas unhas, ela mesma arranca suas velhas penas.

CONCLUSÃO

Esperar no Senhor talvez seja decisão mais difícil a ser tomada. É difícil confiar, entregar, largar de mão… A gente sempre acha que é pelo nosso muito “fazer” que as coisas vão acontecer, esquecendo-nos totalmente que Deus é quem está no comando de nossas vidas! E esperar no Senhor, nos entregar ao Senhor e confiar n`Ele leva-nos a voos mais altos com ele. A águia renovada aproveita as fortes tempestades para pegar impulsos mais fortes e assim voar mais alto, além dos fortes ventos.

“Morra para si, viva para Ele, voe com Ele, corra e não se canse, grite, não perca a voz e bata suas asas até o mais alto lugar”.

FONTE: DERITON LOPES, ÁGUIAS.

 

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam