A Páscoa como desafio

A PASCOA COMO DESAFIO.

João 11:25-26

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

escreve J. N. D. Anderson, antigo Deão da Escola de Direito da Universidade de Londres. “Se ela é verdadeira [como ele e outros demonstraram], então ela é o fato supremo da história, e se alguém falha em ajustar as implicações da mesma à sua vida, há uma perda irreparável para tal pessoa.”

INTRODUÇÃO

A diferença entre amor e paixão:

De uma forma poética a palavra PAIXÃO e AMOR tem várias formas de serem expressadas. Vou falar para vocês a diferença entra Paixão e Amor.

PAIXÃO – é exclusiva da natureza humana;
AMOR – provem de Deus;

PAIXÃO – é violenta e de pouca duração de 2 a 3 anos;
AMOR – é profundo e contínuo;

PAIXÃO – é egoísta e só vê o seu lado;
AMOR – 1 Co 13 não busca seu interesse;

PAIXÃO – pode se transformar em ódio;
AMOR – jamais se transforma em ódio;

PAIXÃO – pode despertar o desejo depois de fazer mal;
AMOR – Rm 13:10 não faz mal a ninguém;

PAIXÃO – é burra, louca;
AMOR – é sábio;

PAIXÃO – é cega;
AMOR – revela misericórdia, perdão, benignidade e o caráter de DEUS;

O ponto de vista tradicional diz que Deus ressuscitou o corpo de Cristo dentre os mortos. O ponto de vista liberal diz que alguém pegou o corpo. O ponto de vista neo-tradicional diz que Deus destruiu o corpo – que é o mesmo ponto de vista dos Testemunhos de Jeová. Eles dizem que o corpo de Cristo virou vapor, ou gás, e dissipou pelas frestas do túmulo Isso não é uma ressurreição, é uma aniquilação. A pergunta chave se torna: Se você estivesse no túmulo cedo de manhã na primeira Páscoa, o que é que você teria visto?

O ponto de vista tradicional diz que você teria visto aquele corpo voltar à vida e sair andando. O ponto de vista liberal diz que você teria visto alguém entrar e tirar o corpo. O novo ponto de vista (o neo-tradicional) – que agora é abraçado por cerca de onze porcento dos chamados peritos evangélicos – diz que você teria visto aquele corpo sumir diante dos seus olhos. Bem, isso é um feito de magia – “agora você me vê, agora você não me vê”. Isso não é uma ressurreição.

Onde fica a fé nessa história? Qual seu ponto de vista?

A ressurreição de Jesus Cristo não é uma mera curiosidade histórica, mas um evento de enormes consequências para você. De acordo com Romanos 1:4

(Declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor),

a ressurreição de Jesus Cristo confirma as reivindicações da Bíblia sobre ele, de que ele, somente ele, é o único caminho para o céu.

Disse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim.”
-João 14:6

A ressurreição de Jesus Cristo garante a existência de um Julgamento Final (Atos 17:31),

(Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos).

e de um céu e um inferno (Apocalipse 1:18).

(E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno).

E este Cristo Ressurreto oferece o perdão dos pecados e a salvação eterna para todos os que nele creem (João 11:25,26)

(Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?)

(Romanos 4:24,25).

(Mas também por nós, a quem será tomado em conta, os que cremos naquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus nosso Senhor;

O qual por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação).

Todos homens são afetados por essas implicações, queiram ou não.

Deriton Lopes

FONTE: Dr. Norman Geisler numa entrevista. Leia o resto da entrevista A Batalha Pela Ressurreição, Max Luccado, Amor vs Paixão e Deriton Lopes


Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam