A OPÇÃO PELA CRUZ (MATEUS 16:24) 3

INTRODUÇÃO: Esta semana ao ler um texto em rede social e estudando com o meu grupo de hombridade sobre a cruz fui tomado por uma atitude de reflexão muito forte que exprime o atual momento da conduta comportamental humana, o texto dizia o seguinte: Muita gente tomando posse da sua vitória e pouca gente tomando a sua cruz…e daí o motivo que me levara a meditar sobre tal assunto no dia de hoje. O diálogo entre Cristo e Pedro aqui descrito nos mostra certo paradoxo que expressam a conduta humana representada aqui pelo apóstolo em duas situações distintas quase que ao mesmo tempo, sendo que na primeira por meio de uma revelação divina ele faz uma afirmação feliz e categórica sobre quem de fato era a pessoa do Cristo (… sendo assim chamado bem aventurado pelo Senhor por receber uma revelação da pura verdade da parte do Pai e não uma expressão do seu verdadeiro sentimento de quem era Jesus) e posteriormente quando Jesus expõe a sua missão em termos sacrificiais Pedro o censura e tenta barra-lo de sua Via Crucis, sendo assim consequentemente repreendido e chamado como um instrumento de Satanás pelo próprio Senhor e taxado por motivo de tropeço que pensa nas coisas só dos homens. Porém Jesus muda o seu discurso passando a mostrar a Pedro e aos discípulos sobre a necessidade de se perder para ganhar, chamando os a fazerem uma opção e terem um foco bem definido e centrado na cruz.

 A PRESERVAÇÃO DA VIDA SÓ É ALCANÇADA POR MEIO DA OPÇÃO PELA CRUZ

 EXIGÊNCIAS DECORRENTES PARA AQUELES QUE FAZEM A OPÇÃO PELA CRUZ

I- A OPÇÃO PELA CRUZ EXIGE ESCOLHA V24a – (Se alguém quiser vir após mim…)
  • A vida é feita escolhas que fazemos, visando assim uma condição sempre melhor. (V25a)
  • Escolhas que nos são apresentadas pelo próprio Jesus em forma de convite. (Lc14: 27)
  • Escolhas que em sintonia com a soberania de Deus expressam uma decisão de cunho pessoal. (Jo 6:65-66)
  • Por quais escolhas no momento sua vida tem sido dirigida?
II- A OPÇÃO PELA CRUZ EXIGE NEGAÇÃO V24b – (… negue-se a si mesmo…)
  • Em nossa jornada existencial temos sempre a tendência de vivermos a autoafirmação e não a humildade.
  • Negar se é uma condição relacional que expressa o verdadeiro caráter humilde. (Rm 12:1-2)
  • Negar-se a si mesmo é o caminho para se caminhar triunfantemente com o Mestre. (Fp 3:8-11)
  • Seu atual momento de vida demonstra seu legado humilde que o faz negar se a si mesmo por causa da cruz?
III- A OPÇÃO PELA CRUZ EXIGE ATITUDE V24c – (… tome a sua cruz e siga-me.)
  • Vivemos num período onde as pessoas geralmente não exercem atitude diante das grandes questões da vida.
  • Ter atitude é sair da zona de conforto e caminhar com a cruz em direção ao verdadeiro. (Rm 6:6)
  • Ter atitude é agir com foco em busca de direção, é reagir sem perder o alvo que é Cristo. (Gl 2:20,5:24, 6:14)
  • Qual situação o inibe e o impede de tomar a cruz e seguir firme em direção ao alvo que é Cristo?

 CONCLUSÃO:

  1. A opção pela cruz é fato consumado em sua vida?
  2. Há evidências na sua conduta que comprovam que você fez a escolha certa?
  3. Você tem praticado a negação pessoal ao viver para Cristo e não para suas vontades próprias?
  4. Você é uma pessoa de atitude que sabe muito bem o que quer em sua espiritualidade?

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam