A EDIFICAÇÃO QUE PERMANECE (I Co. 3:10-15)

INTRODUÇÃO: Nossa vida é uma caminhada onde construímos um patrimônio que terá implicações no dia que prestarmos contas ao nosso Senhor da obra que fizemos ou deixamos de fazer, um espólio que sinalizará se fizemos ou não algo que perdurou como serviço no contexto do reino, a recompensa final do nosso Senhor por aquilo que fizemos em nossa peregrinação nesta terra que não é a nossa pátria real. Queria pensar hoje com os amados sobre a obra que estamos construindo como servos do Deus vivo dotados de dons e talentos dados pelo Senhor (I Co 12:7) e qual consciência e implicações temos tido em relação ao nosso mandato de mordomos das coisas do Altíssimo num mundo de contexto falido e comportamento egoísta tão em voga ao nosso redor. A grande verdade é que estamos construindo alguma coisa, restando a nós a consciência de saber o quê estamos edificando, onde e como estamos fazendo esta obra conforme lemos no final do versículo 10 do texto em questão. A Bíblia nos afirma que muitos fizeram uma obra que permaneceu (Jo 4:12; At 19:15) e este é também o desejo de Deus em relação a cada um de nós, e sendo assim gostaria de pensar com os irmãos e amigos hoje como verdade central que mapeia este texto que:

É PRECISO CONSTRUIR UMA OBRA QUE PERMANEÇA

 OBJETIVOS DAQUELES QUE CONSTROEM UMA OBRA QUE PERMANECE

 I- A VISÃO DA EDIFICAÇÃO – V 10
  • Tudo começa com a graça, é ela que mapeia a feitura desta obra duradoura V10a (Ef 2:5-10)
  • É ela que também nos conduz a lançarmos o alicerce como um construtor de visão V10b (I Pe 5:10)
  • Porém é preciso de sabedoria para aplicar esta visão em cada detalhe da construção V10c (Ef 5:15-16)
  • Se quisermos, portanto construir algo que permaneça deveremos ter uma visão clara do que edificamos.
 II – A SUSTENTAÇÃO DA EDIFICAÇÃO – V 11 -12
  • O alicerce desta obra tem assim a sua origem exclusiva já manifesta V11a (I Co 10:4)
  • Cristo é a base desta construção que pode ser perfeitamente sustentada nele V11b (I Pe. 2:6-7)
  • Portanto o que cada um constrói sobre esta base é de sua inteira responsabilidade V12b (Lc 6:49)
  • Se quisermos construir algo que permaneça devemos fazer a coisa correta em cima de nossa base sólida que é Cristo
 III – A FISCALIZAÇÃO DA EDIFICAÇÃO – V 13
  • A manifestação daquilo que construímos naquele dia se revelará V13a (I Pe. 1:6-7)
  • O fogo é a prova final que revelará o tipo de obra que construímos V13b (Ez. 15:3-4)
  • O fogo também fará o duro teste para aprovar ou reprovar a obra de cada um V13c (Ml 3:2-3)
  • Se quisermos construir uma obra permanente devemos nos conscientizar que ela será provada pelo fogo
 IV- A BONIFICAÇÃO DA EDIFICAÇÃO – V 14 – 15
  • A obra que permanece tem a bonificação dada pelo Senhor da obra V14 (I Co 3:8, Mt 5:12)
  • Uma obra perecível será passiva de um ônus (prejuízo) irreparável V15
  • Embora tal prejuízo se condicione duramente ao ato misericordioso de Deus V15b
  • Portanto a construção de uma obra permanente acompanhará a bonificação divina

CONCLUSÃO:

  • Como tem sido a sua visão de construção de sua casa (vida) espiritual?
  • Com que matéria prima sua casa (vida) espiritual tem sido construída?
  • Você tem consciência de que a maneira como constrói sua casa (vida) espiritual será um dia colocado à prova?
  • Você tem construído algo que produza a edificação de sua casa (vida) espiritual na perspectiva de que será bonificado?

Pr. Carlos Norberto

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam