A PROVAÇÃO DE ANA (I Sm. 1: 1-18)

INTRODUÇÃO: A primeira vista ninguém gosta de passar por elas, porém é inegável que elas nos fazem ser melhor e por isto Tiago nos manda sentir alegria no convívio com elas (Tg 1:2-4). As provações produzem na vida lições fascinantes e essenciais na formação do caráter genuíno cristão, embora seja motivo de questionamentos da maioria de nós, porém não sabermos o porquê delas não a invalida como meio de Deus tratar conosco. A provação é genuína e sempre terá um propósito, por mais que eu não saiba a razão, porém Deus o sabe, veja que Jó não tinha a menor ideia do porque estava passando tamanho sofrimento, porque estava sendo tão provado, não obstante Deus o sabia, e Jó no devido tempo o saberia também. A palavra de Deus, a nossa experiência com Ele e o futuro se encarregarão de confirmar que as provações na vida do Cristão têm propósitos muito bem definidos, nada acontece por acaso. Não estamos à mercê da história somos servos do Deus todo poderoso, aquele que age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com seu propósito (Rm 8:28). As provações visam produzir na vida dos crentes propósitos bem definidos e por isto nossa lição de hoje é:

 AS PROVAÇÕES NA VIDA DE UM CRENTE TEM UM PROPÓSITO MUITO BEM DEFINIDO POR DEUS

 LIÇÕES SOBRE PROVAÇÕES NA VIDA DE ANA QUE NOS ENSINAM OS PROPÓSITOS BEM DEFINIDOS DE DEUS

 I- ELA TEM A PERMISSÃO DO SENHOR – (V 5)
  • O Senhor Jesus afirma que no mundo iríamos passar por aflições – (Jo 16:33)
  • O filho de Deus nunca estará imune as questões de ordem circunstancial – (v5b)
  • Nada acontece em nossas vidas por mero acaso, é Deus quem faz certas concessões – (v5b)
  • Embora sejamos alvos do cuidado divino, Ele também nos permite passar pela prova – (5b)
  • A provação geralmente tem o consentimento deliberativo do Pai
 II- ELA NOS TORNA MAIS HUMILDES – (V6-8)
  • O Senhor Jesus afirma também que a humildade é uma condição para a honra – (I Pe 5:6)
  • A provocação e o aborrecimento são desafios a serem superados na trajetória – (v6)
  • Humildade esta que nos leva mesmo na casa do Senhor a reagir com choros e jejuns – (v7)
  • Humildade que mesmo com o coração triste, sinaliza para que vejamos o lado bom nas pessoas – (v8)
  • A provação tende sempre a nos tornar mais sensíveis na busca pelo ser humilde
 III- ELA NOS APROXIMA MAIS DE DEUS – (V9-11)
  • Orar, chorar, votar e jejuar são expressões deste processo de superação da provação – (Sl 51:17)
  • A provação nunca poderá ou deverá nos deixar prostrados e caídos – (v9)
  • A provação mesmo com a alma abatida, sempre deverá nos impulsionar a buscar mais ao Senhor – (v10)
  • A provação sempre deve nos conduzir a tomarmos medidas severas e radicais diante do Senhor – (v11)
  • A provação precisa produzir necessariamente em nós a aproximação á Deus
 IV- ELA PRODUZ MUITOS EQUÍVOCOS – (V12-18)
  • A provação tem como fiel aliada a leitura errada que fazemos de certas pessoas – (Jo 7:24)
  • Somos observados, julgados e repreendidos pela visão distorcida de pessoas ao nosso redor – (v12-14)
  • Certos equívocos produzem reações consequentes devido às inverdades contrárias – (v15)
  • Equívocos também produzem interiormente anseio e aflição de alma – (v16)
  • Porém nenhum equívoco e tristeza nos deixa sucumbida quando caímos nos braços do Pai – (v17-18)
  • A provação pode ainda também produzir muitos equívocos em relação a certos momentos humanos

CONCLUSÃO: 1- Como você reage diante de um fato novo relacionado com a provação?
2- Que sentimento você tem em relação à Deus quando encara as provações na vida?
3- Você costuma entender o princípio da não reação a terceiros que o rotulam quando está diante de um fato novo da provação?
4- Como é o seu relacionamento com Deus quando está diante das provas duras que a vida o proporciona?
5- A forma como as pessoas veem o seu sofrimento te afeta de alguma forma?

 Pr. Carlos Norberto

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam