A BASE DA PLENA ALEGRIA CRISTÃ (Jo. 15:1-17)

INTRODUÇÃO: Queria pensar sobre alegria hoje, mas de uma maneira diferente, olhando para o ensino de Cristo acerca da videira e seu produto final que simboliza algo que serve para expressar festa e alegria. É fascinante a forma como figuras de linguagem aparecem demasiadamente na Bíblia com o fim de nos apresentar várias lições preciosas onde muitas delas são usadas por Jesus em relação a ele ou não para nos mostrar uma verdade central de ensino. É nítido e lindo como esta estratégia aparece na palavra de Deus onde podemos enxergar o Senhor sendo apresentado como o pão da vida (Jo 6:35), ou ainda a luz do mundo ( Jo 8:12), ou caminho, verdade e vida (Jo 14:6), e também como sendo a porta (Jo 10:7-9)…É impressionante a lista de objetos que servem como figuras para ilustrar o Cristo, bem como outras realidades de valor no contexto do seu ensino. Gostaria de olhar para a figura da videira, como aqui Jesus é figurado numa perspectiva diferente hoje. Gostaria de enxerga-la no seu lado não só produtivo, mas também estrutural, ou seja uma faceta que faz toda diferença para compreendermos o ensino aqui descrito pelo mestre. Toda árvore tem sua estrutura muito bem elaborada em algumas partes imprescindíveis, onde creio eu ser a raiz a mais importante delas, isto pelo fato da manutenção orgânica e estrutural provida por ela. A raiz tem uma função determinante para a sobrevivência da árvore, e aqui não é diferente sendo ela parte integrante da própria videira com objetivos bem definidos. Assim como Jesus é chamado de pedra de apoio em outro texto bíblico (I Pe 2:6-7) para ilustrar seu objetivo de dar sustentação à igreja, aqui ele é chamado de videira que contém raízes para dar base de sustentação à toda a videira inclusive ramos que são aqui descritos como os seus discípulos, aja visto que os ramos tem responsabilidade multiplicadora por causa desta sustentação que vem da videira. O texto que está diante de nós apresenta-nos no contexto hebraico algo que simbolizava alegria e festa, que é o produto da videira, porém nos apresenta também Jesus que aqui é figurado como sendo videira e produtor da verdadeira e completa alegria (V11), e sendo assim é pertinente que compreendamos que existem raízes nesta base que é Jesus que dão sustentação a verdades profundas que nos possibilitam experimentar a plena alegria oferecida por ele.

 JESUS É A BASE DE ONDE VEM A PLENA ALEGRIA CRISTÃ

 RAÍZES DESTA BASE QUE É JESUS DE ONDE VEM A PLENA ALEGRIA CRISTÃ

 I- RAIZ DA FERTILIDADE (V 1-5, 16)
  • A fertilidade é sinônimo de vida, satisfação e alegria, e muitos desejam isto
  • Caso contrário em caso de esterilidade haverá um descartar do Senhor (V 2 a)
  • Porém se produzir será tratada pelo Senhor para que produza mais fruto ainda (V 2 b)
  • Sendo a palavra o meio seguro para que tal tratamento seja realizado com vistas a alegria (V 3)
  • E a permanência no Senhor como único caminho para que haja a produção de frutos (V4-5,16)
  • A plena alegria cristã só pode vir da base que é Jesus na vida de pessoas férteis
 II- RAIZ DA DEPENDÊNCIA (V 5c-8, 15)
  • A dependência de Jesus produz a plena alegria que deve ser o objetivo de todos os homens
  • Isto pelo fato de que sem ele nada podemos ser e fazer (V 5 c)
  • Quando não permanecemos na dependência do Senhor somos jogados fora e queimados no fogo (V 6)
  • Porém se permanecermos dependentes por meio da palavra seremos em tudo atendidos V7
  • E Deus será glorificado pelo fruto produzido e assim reafirmamos com alegria a nossa condição de discípulo (V 8)
  • E seremos assim chamados de amigos devido a esta intimidade conforme declaração do Senhor (V 15)
  • A plena alegria cristã só pode vir da base que é Jesus na vida de pessoas dependentes
 III- RAIZ DA OBEDIÊNCIA (V 9-10, 14)
  • A obediência a Jesus produzirá em nós a plena alegria como fruto de nossa devoção
  • A obediência a Jesus é decorrente de uma comunhão profunda e permanente com o seu amor (V 9)
  • A obediência a Jesus se manifesta no Cristão pelo cumprimento com amor dos seus mandamentos (V 10)
  • A obediência a Jesus produzirá uma amizade segura que nos conduzirá a uma alegria plena (V 14)
  • A plena alegria cristã só pode vir da base que é Jesus na vida de pessoas obedientes
 IV- RAIZ DO AMOR (V12-13,17)
  • Amar a Jesus é uma condição àqueles que desejam experimentar a essência da plena alegria
  • Amar uns aos outros como Jesus amou é um imperativo divino para se viver a plena alegria (V 12)
  • O amor de Jesus é a referência suprema de como se deve amar para viver em alegria (V 13)
  • O amor entre os cristãos é um mandamento muito bem estabelecido por Jesus para se viver a alegria (V 17)
  • A plena alegria cristã só pode vir da base que é Jesus na vida de pessoas que amam

CONCLUSÃO:

  1. Você tem usufruído em termos práticos desta verdadeira alegria produzida pelo Senhor aqui descrito como videira?
  2. Você tem sido um ramo fértil por estar totalmente ligada a videira que é Jesus produzindo assim alegria consequente ao seu redor?
  3. A sua dependência do Senhor o qualifica para ser alguém que possa produzir coisas boas com alegria para os que o cercam?
  4. Há presença de obediência na sua relação com a videira que o leva a uma condição de satisfação e alegria oriundas do Senhor?
  5. O amor exercido com alegria marcam a sua trajetória como discípulo reprodutor no contexto que está inserido?

Pr. Carlos Norberto

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam