TEMPOS DE RESTAURAÇÃO – Sl. 126:1-6

INTRODUÇÃO:  Hoje eu queria pensar com vocês sobre um tema que é a grande necessidade na vida de muitos aqui e também na vida da igreja como comunidade espiritual. Em nossas vidas existem muitas áreas mal resolvidas e isto acaba tendo influência e inferência negativa em relação aquilo que temos para experimentar como o melhor de Deus para a nossa continuidade de sobrevivência. Se você quer viver um ano novo bem sucedido e abençoado você precisará tratar com certas questões mal resolvidas em sua vida, caso contrário você continuará oscilando e patinando na caminhada. O passado é muitas vezes o nosso grande oponente e sendo assim queria falar-lhes hoje sobre restauração, sobre alguns caminhos a seguir para que possamos enxergar o processo da restauração de Deus em áreas de nossa vida que precisam ser evidenciado e consolidado de modo que não venhamos a sofrer mais com situações embaraçosas de um passado recente.

NO PROCESSO DO TEMPO DA RESTAURAÇÃO DE DEUS EM NOSSAS VIDAS DEVEMOS ENCARAR CERTAS RESPONSABILIDADES

NECESSIDADES A SEREM ENCARADAS NUM TEMPO DE RESTAURAÇÃO COMO RESPONSABILIDADES

I- NECESSIDADE DE LEMBRANÇA DO QUE ELE FEZ – (V 1-3)
  • Lembrar-se de momentos marcados pelas ações de Deus – (Sl. 105:5)
  • Lembrar-se das causas geradas por causa destas ações
  • Lembrar-se das nossas reações devido a estas ações – (Lc 1:46-49)
  • Lembrar-se do testemunho produzido como efeito destas ações
  • Lembrar-se da grandeza dimensional destas ações – (Sl 77:11-12)
  • Tempos de restauração requer a lembrança das ações de Deus no passado
II- NECESSIDADE DE CONFIANÇA NO QUE ELE ESTÁ FAZENDO  – (V 4)
  • Confiar que a restauração é uma possibilidade – (Is 64:4)
  • Confiar que a restauração é uma obra soberana que vem do Senhor – (Dn. 2:21-22)
  • Confiar que a restauração é resultado de oração – (Tg 5:17-18)
  • Confiar que a restauração é um fato sobrenatural
  • Em tempos de restauração precisaremos exercitar sempre a confiança
III- NECESSIDADE DE ESPERANÇA NO QUE ELE VAI FAZER – (V 5-6)
  • Esperar que na relação com Deus é preciso lágrimas constantes do genuíno arrependimento (Lm. 3:24-25)
  • Esperar que o estado de espírito é transitório – (Ec 3:4)
  • Esperar que o processo da semeadura é desgastante – (Ec 11:6)
  • Esperar que resultados virão e a alegria será a nossa marca – (Gl 6:8-9)
  • Em tempos de restauração é imprescindível também exercitar a esperança – (Lm 3:21)

CONCLUSÃO: Quais áreas de sua vida precisam ser tratadas para evidenciar assim uma nova perspectiva existencial para o ano que virá?
Você se lembra de um tempo recente em que sua comunhão com Deus tinha um nexo de direção vertical vivenciado numa profundidade de plenitude relacional?…Como isto era lindo e maravilhoso!
Sua confiança tem sido depositada em que ou em quem?…Ele é o motivo dela?…É NEle que você tem colocado toda a sua fé?
No que você tem gastado a sua energia como fator de esperança?…No Senhor ou nas coisas ou pessoas ao seu redor?
Que você possa ter um ano novo muito abençoado, porém isto só será possível se certas áreas de sua vida estiverem resolvidas e restauradas.

Pr. Carlos Norberto

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam