A ESSÊNCIA DE UM CHAMADO – Jr. 1:1-10

A ESSÊNCIA DE UM CHAMADO

(Jr. 1:1-10)

 

INTRODUÇÃO: Queria começar a mensagem de hoje com uma declaração muito forte e de certa forma comprometedora para você que está aqui hoje e se trata de um cristão convertido, e a minha declaração é: Que todo o crente convertido tem um chamado de fato no contexto do reino de Deus para que de alguma forma possa servi-lo dentro de uma área ministerial específica (I Pe 2:9). Talvez a grande crise da igreja hoje seja atribuir a uma minoria responsável todo o trabalho que deveria ser melhor compartilhado entre todos os crentes dentro da perspectiva dimensional do corpo por meio dos dons de cada um. Você tem um chamado e não pode fugir desta responsabilidade!…Caso contrário terá que questionar sua real condição de salvo e convertido.

No texto que iremos trabalhar hoje podemos enxergar a obra do chamado de Deus na vida de um homem e seus desdobramentos posteriores, a maneira como se desenvolve toda a ação de Deus não só na perspectiva do chamado, mas também no preparo e direcionamento pelo qual este chamado deva ser desenvolvido, por isto a nossa frase de proposição de hoje é:

 

DEUS É O AGENTE CONDUTOR DE UM CHAMADO

 

3 PROCESSOS PELOS QUAIS O CHAMADO DE DEUS

É DESENVOLVIDO NA VIDA DE UM CRENTE

 

I – SE BASEIA NUMA AÇÃO DIVINA ANTERIOR – V 4-5

  • · Que se manifesta por meio da palavra revelada pelo próprio Deus aos seus filhos
  • · Sendo que o tempo (Kairós) tem uma expressão coerente de manifestação da organização divina nesta ação – (Sl 139:13)
  • · Além de uma sequência óbvia do seu propósito para a nossa história de vida (conhecer, consagrar e constituir) – (Ef 1:3-5)
  • · A história de vida de um cristão passa por um processo de trajetória pré-estabelecido por Deus que nos conhece perfeitamente – (At 9:3-6,15)
  • · E por isso fica evidente que o chamado de Deus tem sua base numa ação de Deus anterior

 

II – SE CONSTITUE NUMA MOTIVAÇÃO DIVINA INTERIOR – V 6-9

  • · Que ocorre pelo fato de sempre estarmos desculpando e justificando nossas escolhas – (Jn 1: 1-3)
  • · A qual Deus responde com uma exortação de valor e ordem imperativa de comando – (Ex 3:10-11, 4:1-5)
  • · Que se segue por um estímulo ao exercício de coragem e por uma garantia de proteção – (Js 1:9)
  • · Que se consome com um toque na boca do profeta para que dela flua livremente a sua palavra – (Is 6:6-8)
  • · Portanto Deus sempre trabalhará numa dimensão de motivar e qualificar aqueles que têm o seu chamado

 

III- SE REVELA NUMA COMISSÃO DIVINA EXTERIOR – V 10

  • · Que se desdobra em termos práticos a partir de um tempo pré-estabelecido pelo nosso Senhor – (Gl 4:4)
  • · Onde o alvo de abrangência poderá ir além das nossas concepções de atuação ministerial (Mt 28:18-20)
  • · Cuja tarefa tem desdobramentos de profetizar não só bênçãos, mas também destruição (Mt 3:1-3,7-8)
  • · Sendo assim a missão do chamado profético tem sua revelação de juízo ou não centrada em todas as pessoas e em todos os lugares

 

CONCLUSÃO: Você tem um chamado!!! Não pode ficar se esquivando e justificando o não fazer nada pela obra de Deus, e sendo assim gostaria de chamá-lo a assumir uma nova posição no contexto do reino por meio da igreja local. Qual resposta você dará ao chamado Deus para você hoje?

Pr. Carlos Norberto da Silva

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam