FACES DE UM RELACIONAMENTO Jo. 15:16

FACES DE UM RELACIONAMENTO

(Jo. 15:16)

 

INTRODUÇÃO: Depois de falar muito sobre aquilo que iria acontecer consigo sobre uma relação de amor com ele e com as pessoas bem como o novo ministério do Espírito Santo o Senhor passa agora a considerar quais são as evidências que comprovam um relacionamento com Ele. O texto de João 15 apresenta a real condição daquele que é um discípulo de fato do Senhor ou seja, que o relacionamento com Ele só pode ser evidenciado com uma vida de demonstração de resultados que sejam notórios e claros o qual Ele chama de frutificação. O texto afirma categoricamente que quem não produz frutos é lançado no fogo e isto alude à realidade do inferno, por isso fica muito claro que quem não frutifica está perdido ou seja, ser cristão é um estilo de vida marcado pelo ambiente de reprodução. Quantos estão se enganando a si mesmos dentro da igreja achando que estão inseridos no verdadeiro rol da fama de Deus quando na verdade estão com suas vidas indo em direção ao inferno, pois ser membro da igreja não nos garante uma vaga dentro do paraíso de Deus, o pior ainda é que muitos através de sua vida podre e descompromissada estão também levando pessoas para o inferno e não para o céu, pois são exemplos de vida infrutífera que contaminam as pessoas que estão ao seu redor. Aprendemos aqui nesta passagem um princípio de relacionamento que deve nortear a nossa vida caso queiramos ser discípulos frutíferos:

 

A RELAÇÃO COM JESUS TEM COMO CONDIÇÃO A FRUTIFICAÇÃO

APRENDEMOS COM JESUS SOBRE ALGUMAS FACETAS DESTE RELACIONAMENTO

 

I-                   É O SENHOR QUEM NOS ESCOLHE

©      Esta escolha é comprovada por um viver em sintonia com a palavra (V 3)

©      Esta escolha só pode ser manifestada com atividade dinâmica do dar frutos (V 5 a)

©      Esta escolha sempre apontará para a glória do Pai como resultado do ser discípulo (v8)

 

II-                 É O SENHOR QUEM NOS COMISSIONA

©      Este comissionamento é evidenciado pelo ato de permanência no Senhor (V 4)

©      Este comissionamento de Deus tem como marca mais profunda o amar as pessoas (V 12)

©      Este comissionamento enxerga no ato de dar a maior expressão de amor do evangelho (V 13)

 

III-              É O SENHOR QUEM NOS CONSERVA

©      Esta conservação passa inicialmente pelo processo de limpeza (santificação) (V 2)

©      Esta conservação aponta para a nossa real condição de dependência dEle (V 5 b)

©      Esta conservação resultará no produzir frutos o que glorifica verdadeiramente a Deus (V 8)

 

IV-              É O SENHOR QUEM NOS ATENDE

©      Este atender começa pelo fato de consciência de que sem Ele não podemos fazer nada (V 5)

©      Este atender do Senhor é comprovada no fato do vivermos em comunhão com Ele (V 7, 11)

©      Este atender do Senhor é demonstrada pelo nível de relacionamento o qual Ele se propõe a ter conosco (V 13-15)

 

CONCLUSÃO: Só podemos ter um relacionamento real com o Senhor se estivermos na condição de reprodutores de frutos espirituais. Não há vida com Deus sem esta dinâmica do ser frutífero, mas para sermos frutíferos precisamos nos conscientizar que é Ele quem nos escolhe, nos comissiona, nos conserva e nos abençoa. Que possamos ser crentes férteis e frutíferos.

Pr. Carlos Norberto da Silva

Leave a Reply

  

  

  

Protected by WP Anti Spam